Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos coroa & novinho contos eróticos travesti novinhas primeira vez que dei virei menininha contoseroticosvoyeurconto erotico menina seduzindocontos eroticos minha mae e uma safada e meu pai um corno liberalContos eroticos casal dando carona para pintudoContos eroticos saia rodada e de calcinha fio dentalcontos eróticos sobre sobrinhabucetudaconto erotico esposa sendo duplamente penetradahome afuder mulher com penis mais grandecontos eroticos de novinhas peitudasconto erotico gang bang com uma meninaconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocacontos de velha que foi arrombada pelo pai dotadocontos eroticos arrombando a gordafilho bebado contosgordinha pedindo prameter nasuabucetacontos.eroticos.chupol.minha.bucetaconto elotico mae safadacontos eroticos ela come porramenage masculino realcontoconto erótico comendo o passivo de calcinhacontos minha mae liberalconto fizemos um trenzinho.contos eroticos de mulheres gostosas tirando a virgindade do cuputa que mora no bairro portãominha sobrinha me chupou enquanto eu dormiacontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elaContos gay fui mulher de um coroacache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html contos e relatos real de peitudasxporno ddespistandoesposa vadia viajando com o cunhado e acampando passeiosrxo anal com negras mazoquismocontos eroticos ela come porracomi minha namorada na sala da casa dela contos eróticoscontos fodi menininha por docesMinha subrinha so usa leguin marcando bucetinha contoshistoria erotica meu marido.cm meu sogro e dei.cuporno esposa pedindo pra Corniacontos eróticos mulheres acompanhada do marido sendo sarrada dentro do ônibus por outro homemsou amante do meu sobrinho contoscontos eroticos arrombando a gordaconto garoto esperimentei da cucheirei a calcinha da minha cunhada safada contoscontos de mulheres ninfomaniaca por sexoContos reais de sodomiacontos eroticos novinha com pedreiro pauzudocomi uma egua na roca contoContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhaarombei minha mae contos eroticos pornoconto gay esculachadox video pertelhosmeu filho meteu no meu cu ardeu muitoconto dando cu pro sequestradorcontos eróticos meu filhoCONTOS EROTICOS PROVADORconto erotico cu do gordinhoum gordinho me pegou, conto eróticoporn contos eroticos enteada gangbangcontos chupando meu paicontos flagrando a mãe cavalona traindo o pai contos eroticos adoro esmagar minhas bolascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacontos eroticos iniciando menininhasconto erotico quer virar corno?conto teens de pau duro no calcao de futebol para a primaConto erotico meu inquilino roludocontos mulher seduzido homemVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jeguecontosdesexotiazoofikia contis eriticos homem aosixonado pela eguaminha tiade fio dental exibidapassado o feriado prolongado na casa da tia conto eroticoenfiado a buceta na grafi de cama xvidioenteadas sendo abusadas sexualmente contosConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeujapa enfia o dedo no seu cu virgemContos vendo corno Minha namorada gozada arrombada gritandocontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhoContos eroticos dei minha munher pro negãocontos eroticos, venerava meus mamilostroca casais no acampamentos contos eróticoconto erotico tema esposa travesti casa dos contos